Como tratar joanetes inflamados

Como tratar joanetes inflamados
Se você sente muita dor no dedão do pé e percebeu que tem um calombo nele, é bem provável que esteja com um “hálux valgo”, popularmente conhecido como joanete. Essa condição deixa o indivíduo com problemas para encontrar sapatos confortáveis e caminhar. Além disso, a pele fica sensível e dolorida. Saiba agora como tratar joanetes inflamados.
O que é Joanete?
É uma protuberância óssea visível no dedo grande do pé (dedão) ou seja, na base de articulação. É formada no momento em que o dedão aponta para o segundo dedo do pé, o que pode até causar sobreposição entre estes dedos. Joanetes inflamados incomodam quando os sapatos estão apertados. 
Essa é uma lesão estrutural hereditária óssea que empurra o dedão do pé em direção aos outros dedos. Ao longo do tempo, a articulação do dedão do pé dói e se expande, o que pode levar à dificuldades em exercer os movimentos de caminhar. 
Causas
Joanetes são mais comuns entre as mulheres que usam por muito tempo sapatos de salto alto de pontas estreitas. A causas também pode ser mecânicas ou genética. Doenças reumáticas como lúpus, artrite reumatóide, gota, em certos casos, podem causar joanetes.
Enfermidades ocorridas de forma neurológicas como trauma medular, paralisia cerebral e AVC podem originar joanetes nos pés. Além disso, pé chato, dedão do pé maior do que os outros dedos, anatomia óssea anormal dos pés, tendões e ligamentos frágeis, também são algumas causas. 
Sintomas
O indivíduo procura consultar um médico especialista quando sente muita dor, principalmente na hora de pôr o calçado, ainda tem os problemas estéticos. O joanete juvenil normalmente não é doloroso, mas há dificuldades em conseguir um sapato adequado. Enquanto o joanete de adulto apresenta dor e inflamação, sendo que a rigidez no joanete piora com o movimento.
Outras vezes, ocorre na planta do pé (em baixo) nas articulações, sobre a parte dianteira do pé ou em todo o pé. A dor no interior é geralmente devido a calos dolorosos colocados sobre o joanete e também pela inflamação da bursa.  
Diagnóstico
Para chegar a um diagnóstico é analisado os sintomas do paciente com joanete, os exames laboratoriais físicos e os dados obtidos através de exame gerais. O pé deve ser pesquisado do ponto de vista vascular, estático e neurológico. Além disso, pode ser realizado um exame radiológico do pé, uma podoscopia que avaliará as mudanças ocorridas, além de um estudo das faixas plantares.
Tratamento para joanetes inflamados
Geralmente é feito um tratamento conservador que não visa corrigir a deformidade, mas ter como proposta obter o alívio dos sintomas e impedir a evolução do problema. Muitas vezes é necessário iniciar com analgésicos e antiinflamatórios para reduzir os sintomas.
A dor e a inflamação podem ser eliminadas no momento em que se evitar a fricção do sapato com o joanete. Será necessário modificar ou alterar os sapatos de modo que eles fiquem macios e folgados e que tenham mais largura na frente se ajustando ao pé e mantendo-o confortável. Além das medidas conservadoras, alguns pacientes necessitam de uma cirurgia. 
Existem várias técnicas cirúrgicas, dependendo da intensidade da deformidade e dos diferentes elementos patológicos e anormalidades. A escolha por um ou outro, geralmente depende da gravidade do joanete e o ângulo intermetatarsal. A técnica escolhida deve corrigir todos os fatores que causam o problema para ter sucesso. Uma dica é realizar mudanças em seu estilo de vida.
Comece a andar descalço
Se você herdou um par de joanetes ou se eles são o resultado de uma vida de desgaste por sapatos muito apertados, com o passar do tempo, andar descalço pode prevenir e até mesmo curá-los. Andar descalço, especialmente em terreno irregular fortalece os dedos dos pés e permite que as articulações trabalhem naturalmente. Andar na areia também é um bom exercício para os pés. 
Mude seu tipo de sapato
Os sapatos devem ser adequados para aliviar a pressão dos joanetes naqueles que não têm a opção de andar descalço. Certifique-se que seus sapatos são regulares e do tamanho certo. Eles podem variar em tamanho, especialmente se você estiver usando o mesmo tamanho desde os quinze anos de idade. 
Nossos pés tendem a se espalhar e expandir à medida que envelhecemos, especialmente se eles começam a formar joanetes. Não use sapatos pontudos de salto alto. Esse modelo é bonito, mas são terríveis para os joanetes. Eles trazem mais dor e evitam que o joanete cure. Use sandálias menos restritivas sempre que possível.
Evite atividades que causam joanetes
Algumas danças como o balé e outras atividades exigem sapatos apertados e isso pode causar joanetes. Porém, atividades como exercícios físicos podem ajudar a retardar e até parar a progressão do joanete. Tente os seguintes exercícios todos os dias, especialmente após tirar os sapatos:
- Estique o dedão do pé. Use os dedos para puxar o dedo grande do pé para que ele esteja alinhado com os outros dedos.
- Estique os outros dedos por 10 segundos, repita isso várias vezes.
- Flexione os dedos. Pressione-os contra o chão ou na parede até dobrar para trás. Segure-os por 10 segundos e solte. Repita essa sequência de movimentos várias vezes.

 


Comentários